Natal, que nos faz lembrar as ilusões de nossa infância, lembra o avô das alegrias de sua juventude e transporta o viajante para sua lareira e seu doce lar! (Charles Dickens)